quarta-feira, 25 de agosto de 2010

A falta de segurança em Pipa


Recebemos da nossa leitora Luz Lima o texto a seguir:
Fui vítima de um assalto e me senti totalmente desprotegido e impotente.Pipa já não é mais uma cidade tranqüila e segura de se viver.
Mudei-me para Pipa em busca de qualidade de vida e tranqüilidade. Todos os dias furtos e assaltos a mão armada estão ocorrendo.
Moradores, empresários e comerciantes estão indignados e receosos. Bares, restaurantes, pousadas, residências, o Posto de Saúde e até mesmo a escola foi invadida por ladrões neste mês de agosto.
O pior é que não percebemos a ação eficaz da polícia local. Ladrões e receptadores impunes e os empresários, comerciantes, moradores e turistas amedrontados.
Se for vitima de um roubo, não deixe de fazer o boletim de ocorrência no posto da Polícia Civil, que fica na Rua da Gameleira, mesmo que perceba alguma resistência do policial plantonista. Não podemos permitir que Pipa, uma cidade abençoada por Deus e de beleza inigualável, permaneça sem o policiamento adequado.
Exigimos:
- punição para os ladrões, receptadores e facilitadores;
- treinamento da polícia local
- maior número de policiais na nossa Pipa.

O telefone da Polícia é 3246-2525
Segurança já!

27 comentários:

Anônimo disse...

Concordo plenamente!
Também fui vitima de furto na Praia da Pipa ,na minha residência e até o momento não tive resposta alguma dos policiais(Militares e Civis) do parardeiro de meus objetos roubados(mais de 15.000,00 reais).Acredito na verdade que eles nem ao menos investigaram ou chegaram a procurar algo.Vivo aqui há 1 ano e já penso em voltar para a capital,pois podemos contar com a policia por lá.

SEGURANÇA URGENTE PARA PIPA!

Anônimo disse...

Pronto! O pior é que tanto os moradores quanto policiais sabem do beco onde os objetos furtados são negociados. Nada é feito.
Segurança já

MARIA disse...

Quem diria que um dia a Pipa seria tão violenta.
Isso é o reflexo de todo esse sistema politico em que vivemos, talvez o mais retrogrado e pequeno que eu, como ser humano venho presenciando.
Temos de um lado um poder inteligente, manipulando tudo e dificultando para alguns o acesso as melhorias que o nosso municipio poderia ter e do outro lado estamos cercados de incompetentes, desenteressados em aprender, onde o importante é o poder.
Diria que ambos fazem politica para os anos proximos.
Já não existe mais ideologia partidária, visto nosso Prefeito, que desconhece a fidelidade partidária e hora aparece na carreata de senadora Rosalba e depois saí desfilando com o candidato Carlos Eduardo.
Violência gera violência, prova dos assaltos, a policia não tem quem mande nela, temos infelizmente um Prefeito que não se da o respeito, que não tem ética.
Ele não percebe a violência na alma das pessoas que ele vem causando, com a saúde precária, a educação cada dia pior, as escolas quase não tem aula, se for contar o numero de dias letivos que essas escolas tem aula, não daria metade do que deve ser cumprido.
A Assistencia Social desconhece o valor que tem com o CRAS que vem se resumindo apenas em gerir a BOLSA FAMILIA e fazer politica com os idosos de UMARI que dá bastante voto.
POLITICA, a POLITICA do PODER E NÃO DO FAZER!!!
Que triste né minha gente, que triste!!!

Anônimo disse...

eu sugiro o seguinte, vamos sair do anonimato, quem são vcs afinal, só falam se escondendo?? começando por vcs que foram roubados, qual é o problema de falar o nome? Sò sabem criticar...

Anônimo disse...

puxa cara, vc administrador do blog, esse caso da portuguesa morta,teria que tê uma materia mais completa, ai mostra a falta de respeito que vcs nativos tem pelos estrangeiros. Vcs mereçem tudo isso, roubos assaltos, politicos corruptos, merecem viver como antes, pescando e fazendo menino, essa nativada de indios não estão preparados pra receberem turistas.

MARIA disse...

Ainda por cima vem o preoconceito de gente como o cara aí de cima, que mentalidade curta voce tem amigo.
Quanto ao anonimato, eu assinei meu nome, isso só pode ser perguntinha do Carlos Gomes, bem tipico dele.
Cara lavada que se esconde das verdades.
MARIA

barbara disse...

Fico profundamente entristecida com os comentários de alguns citadões aqui. Que mente pertubada pode desejar o mal para o próximo?
Ninguem merece ser roubado , assaltado ou assasinado.
Culpados são os que colocam os politicos no poder e isso são os eleitores.
Isso não tem nada a ver com ser " nativo" ou "de fora", tem a ver em aceitar a imoralidade e fazer parte dela em eleger os dirigentes.
Este blog deve ser usado para ser positivo e contribuir com algo construtivo, levando informações e estimular a pensar sobre o cotidiano daqui.
O administrador faz jus a este objetivo, mas alguns leitores não sabem aproveitar ou dar valor a esta oportunidade.
Aproveitando este assunto de " nativos", sem a generosidade deles a Pipa como destino turistico não existeria.Quem fala asneiras como o anonimo das 19:59 não merece disfrutar deste lugar.

Anônimo disse...

Se não existe segurança, como sair do anonimato? É como não valorizar a própria vida, colocando-a em risco.
Quem mora na Pipa, indiferente de ser nativo ou de fora, tem noção de como a violência anda por aqui.
Para combater a violência precisamos da ajuda de todos.

Anônimo disse...

RAQUEL
Os autores dos comentários 26 de agosto de 2010 19:53 e 19:59 foram bem infelizes. Santa ignorância!!!
Estamos falando de segurança, de respeito ao próximo.
Salve salve!!

Anônimo disse...

Para resolver este grave problema de segurança pública o primeiro passo é fechar todas as bocas de crack da cidade de forma permanente! Isso significa que a Pipa precisa de uma ação energica da policia e não de operações isoladas e não definitivas!!! O crack deve ser rejeitado de forma firme e definitiva! Inutil fechar uma boca e deixar as outras operando!
Segurança já!

Carlos Gomes disse...

Olá Maria!

Eu nunca me escondi de verdade nenhuma, ao contrário, estou sempre desejando cooperar, dentro de minhas possibilidades...
Você já conversou alguma vez pessoalmente? Seria essencial fazê-lo e não ficar prejulgando...
Abraços

Pipense disse...

Eu tenho medo sim! Quando vejo as lanchas fazendo horrores na Baía dos Golfinhos penso em ir lá reclamar, mas quando vejo as caras dos pilotos e ajudantes, todos mal encarados e que poderiam a qualquer hora ser visto num telejornal preso por estupro ou assalto a bancos, fico com medo. Penso que se eles soubessem que eu queria muito ve-los multados todos os dias, ou presos por desrespeito à lei que protege os golfinhos, se me identificassem sei que iriam queimar minha casa ou atacar-me nas escuras da noite. Quando eu vejo os quiosques e barracas crescendo e jogando seus esgotos e óleo usado na praia, queria muito reclamar na hora, mas tenho medo de ser agredido porque raramente eles tem cara de pessoas pacíficas. Muitos deles só estão nas praias porque não tem coragem de irem assaltar nas ruas, porque preferem assaltar o bem público, as praias e os golfinhos, que aí ninguém protege nem prende. São covardes! Mas tenho certeza de que me agrediriam se soubessem como queria ve-los longe das praias e dos golfinhos. Liberdade para as areias e paz para os golfinhos, menos quiosques e zero lanchas JÁ! Entendem porque prefiro o anonimato?

Anônimo disse...

Tem que ter medo mesmo amigo de cima, eu já fui ameaçada de morte por querer proteger os turistas na praia do madeiro, onde um lancha invadio espaço de banhistas, eu estava surfando e vi o perigo de perto. Fui tentar falar alguma coisa e de nada adiantou e dois fui ameaçada na rua e na praia pelo proprietário e sua esposa.
Acho que é medida de precaução e não de medo, sem usar do preconceito de ter caras marrentas ou por serem sofridos por uma ignorância incalculável. Simplismente para não correr risco de vida.
O conselho que eu dou é de registrar com fotos, tira foto, manda para o jornal, blogs locais e denuncia no anonimato para o orgão responsável ou passe para pessoas que vc sabe que querem coloborar. Talvez assim a gente se sinta mais participativo sem correr risco.
Coloca no blog o numero da denúncia no orgão que vc registrou, pedi e-mail para enviar a foto, cria um mail de proteção que todos possam ter, vc não precisa se identificar e quem tem consciência vai te ajudar a registrar mais denuncias no mesmo protocolo. Costuma funcionar!!!

Anônimo disse...

Proteger a natureza é primordial, mas este post fala da falta de proteção a vida e aos bens materiais dos homens.
Os empresários preferem esconder os furtos e assaltos para não perderem clientes/turistas.
Andar nas ruas da Pipa com câmera fotográfica e celulares já é um risco - um grande absurdo.
Pior é ouvir da polícia local que não pode fazer nada, já que se trata de furtos feitos por nativos usuários de drogas.
Precisamos de mais policiamento, salva vidas e fiscais nas praias.

Anônimo disse...

Porque não são recuperados os bens furtados?

Porque bandidos roubam escolas e casas de famílias e continuam circulando livremente pelas ruas e praias?

Porque cada dia mais se vê cercas eletricas, muros altos, condomínios fechados e segurança particular em Pipa? Não seria o caso de grandes cidades?

Para onde vai tanta mercadoria roubada? Receptadores não são tratados como bandidos por aqui?

Como podemos fazer denúncias anonimas de provas de furtos?

Porque estrangeiros são mortos por aqui e não são pegos os culpados?

Tibau do Sul tem um pouco mais de 12 mil habitantes e já sofre com a violência.

Tenho visto mais policiais nas ruas de Pipa, mas os furtos não pararam. Os mesmos bandidos fazem diariamente novas vitimas.

Segurança já, com a participação do poder público, dos empresários e dos moradores.

Anônimo disse...

O Hotel da Pipa foi furtado, levaram toalhas e bebidas. Alguém viu algum cidadão por aí vendendo toalhas e bebidas?

A escola da Av. dos Golfinhos foi invadida, levaram alimentos. Alguém viu algum cidadão por aí vendendo merenda pelas ruas?

Uma portuguesa apareceu morta na praia de Pirambu. Alguém viu algo?

As casas fechadas estão sendo invadidas. Alguém viu algum cidadão vendendo pias, vasos sanitátios, canos, fios e caixa d`água por aí?

Em Cabeçeiras e Bela Vista as portas de madeira estão sendo queimadas. Alguém viu por aí fumaça?

O restaurante Tapas foi invadido, um dos ladrões levou facadas pelo braço. Alguém viu po aí algum cidadão com feridas?

Turistas foram assaltados na Praia do Madeiro. Alguém viu por aí algum cidadão vendendo câmeras fotográficas profissionais por menos de R$500,00?

O Hotel Berro do Jegue foi invadido. Alguém viu por aí algum cidadão vendendo lençois?

O restaurante Panela de Barro foi invadido, levaram muitos talheres e pratos. Alguém viu algum cidadão por aí vendendo talheres?

A casa da médica foi invadida. Alguém viu por aí algum sujeito vendendo um estetoscópio?

Uma casa da Vila das Pedrinhas foi invadida. Levaram todas as malas dos turistas. Alguém viu por aí algum cidadão vendendo roupas usadas?

A casa de um espanhol na rua da Mata foi invadida. Alguém viu por aí algum cidadão com passaporte de outra pessoa?

A casa de um surfista que conserta pranchas foi invadida. Alguém viu por aí um cidadão vendendo acessórios e ferramentas?

Não é possível! Alguém tem que ter visto algo, já que a polícia não consegue pistas e provas. Como disse o amigo de um comentário acima: precisamos tirar fotos, filmar, conseguir provas, pegar o bandido em flagrante...

Precisamos salvar Pipa. Existem formas legais de conseguir dinheiro por aqui. Precisamos de mais segurança para viver nesse paraíso.

MARIA disse...

Carlos Gomes, tu falas como se respondesse nossas perguntas e publicasse nossos comentários em seu blog.
Voce só responde e publica o que quer, diga aí, o que o Nilsinho estava fazendo na carreata da Rosalba e o seu filho se pronunciando em favor da candidata, como fica o PDT do Carlos Eduardo.
POBRE ÉS TU QUE FICA TENTANDO ENGANAR O POVO C.G.

Anônimo disse...

Por que a população não protesta?
Por que estamos falando de violência e alguns candidatos vem fazer politíca, mas não dá sua opinião conreta sobre o assunto?
Policiais e governadores não vão acabar com os pontos de droga tão conhecidos na Pipa?

Precisamos de segurança!

Alê Quites disse...

Uma dupla armada e encapuzada invadiu a minha casa no dia 13/08; levaram laptop, celulares, câmeras, bolsas e vários objetos pessoais. Durante o assalto a polícia foi avisada por um vizinho, mas só apareceu quando fomos até a delegacia buscar ajuda. Só havia 3 policiais de plantão, numa sexta-feira.
Nennhum objeto roubado foi recuperado.
Ainda estamos amedrontadas.

Anônimo disse...

Podemos aproveitar o festival gastronomico, que com certeza, será usado para a propaganda de muitos políticos para protestar e pedir um maior comprometimento dos candidatos para com a segurança em Pipa. O que acham ?? Mas não vale achar que isso pode afugentar o turismo. Essa lenga-lenga não tem mais sentido. Em primeiro lugar está a segurança dos moradores.

Anônimo disse...

incrivel como estao se utilizando desse espaço para degrenir a imagem do nativo!será que tudo de errado que vem acontecendo em pipa é culpa dos nativos? gente vamos usar a consciencia, as coisas nao sao assim!pelo contrario, houve um tempo que a pipa foi um lugar muito bom de se viver, e nesse tempo por aqui prevalecia o nativo.a pipa ficou assim justamente depois que foi invadida pelos forasteiros! e hoje, eu como nativo tenho que ler comentarios que degrinem o meu povo.que existe nativo viciado, malandro, claro que existe! e assim em todos os lugares do mundo, mais nao significa dizer que os absurdos que vem acontecendo em pipa sao todos praticados pelos mesmos.muito pelo contrario, os nativos sao minoria nesse quadro.entao minha gente vamos ter mais respeitos com a comunidade pipense,com o nativo, pois antes de voces( me refiro as pessoas dos comentarios maldosos)chegarem aqui, nos ja estavamos há muito tempooo...

barbara disse...

concordo completamente com o Anónimo dos 15:53.
Já disse em comentários anteriores e vou repetir isso sempre, sem os NATIVOS nós "forasteiros" não teríamos uma vida aqui.
O povo de Pipa acolheu cada um de nós com generosidade e sem hostilidade , a desgraça de muitos viciados e malandros é também pelo mau exemplo que mostramos a esta sociedade. Muitas vezes olharam para nós com ar de admiração e viram o uso de drogas, malandragem e outras irregularidades praticados a céu aberto e sem pudor.
Os filhos de pescadores viram outras formas de ganhar a vida, deixaram a pesca de lado e sem escolaridade e conhecimentos suficientes muitos não conseguiram se encaixar, nem na vida de pescador e jamais na vida dos "forasteiros".
Os que gostam de meter o pau neles não devem esquecer que " eles" estavam aqui antes e vão a continuar aqui. Tolerância e dar bons exemplos não faz mal a ninguém

Anônimo disse...

Concordo em respeitar o ser humano, seja tal nativo ou forasteiro. Pipa é uma cidade de maioria forasteiro. Pelo que percebo, até os tais "nativos" que muitos moradores conhecem por furtos e assaltos, na verdade também são forasteiros, mas que vivem por aqui há mais de 10 anos. O que acontece, que muita gente já foi vitima de bandidos e mesmo o reconhecendo, costuma ouvir da polícia que pouco pode fazer, por se tratar de nativos viciados. Um abuso! Nativo ou não, qdo cometem crimes devem ser punidos.

Por onde anda Abel e seu irmão?
Por onde anda Alexandre?
Por onde anda o Baiano e o Jonh Lenon?
Por onde anda a nossa antiga tranquilidade?

Quem realmente é nativos por aqui?

Se a maior parte dos moradores conhecem alguns bandidos, pq estes não são punidos?

Segurança já!

Anônimo disse...

RESPOSTA
Podemos aproveitar o festival gastronomico, que com certeza, será usado para a propaganda de muitos políticos para protestar e pedir um maior comprometimento dos candidatos para com a segurança em Pipa. O que acham ??
EU APOIO!

nicole kondo disse...

Ola...Sou Nicole do restaurante tapas e gostaria de esclarecer, que o nosso estabelecimento foi invadido, mas o invasor que eu saiba nao tomou facada no braço, Tambem nao sei quem é a pobre criatura, a cidade inteira ja ouviu alguns nomes de supostos suspeitos, mas nada é feito...só sei que é triste a situaçao que se encontra o nosso paraiso....

Anônimo disse...

desculpe nicole kondo, mas nem sei se podemos considerar um invasor como pobre criatura. invadir um local de trabalho ou uma residencia é crime. Se as pessoas não denunciarem os bandidos, exigir segurança pública a violencia continuara e seremos cada dia mais vitimas.
parece q as pessoas sabem das noticias somente no boca a boca, abrindo margem para erros e fofocas.

Anônimo disse...

Um casal andando pela praia, ela brasileira e ele argentino. Ambos com mais de 40 anos de idade. Foram vitimas de 2 bandidos de Recife, que tomaram a câmera fotografica.

Seria bom alguém passar um dia na delegacia de policia civil e registra o número de pessoas que vão fazer um boletim de ocorrêcia.