quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Cidade sem limites

Percorremos a cidade inteira procurando uma sinalização que indique e lembre para os motoristas o limite de velocidade que deve ser respeitado num lugar turístico, frequentado por muitos pedestres, mas não encontramos nenhum.
Talvez a Prefeitura e o Detran possam, antes do verão chegar, corrigir essa falha.
Enquanto isso, muitos dos carros, motos, vans etc. que percorrem nas 24h as ruas e ladeiras da Pipa, andam em alta velocidade. Não é raro ver os incautos condutores dos perigosos veículos businar e até xingar os pobres pedestres que, na maioria dos casos, não têm calçada onde caminhar.
Vamos organizar uma campanha para reduzir a velocidade na cidade e instaurar um código de bom comportamento no trânsito urbano?

10 comentários:

Anônimo disse...

A favor desta honrosa campanha temos já no mínimo dois fortes aliados: o mau estado das ruas e ladeiras e as viaturas estacionadas em locais comprometedores da fluidez e segurança do trânsito de viaturas e pedestres, mais ou menos permitidos pelas autoridades competentes, pese embora a ressalva de que se tem todavia verificado alguns esforços e evoluções; o caminho se faz caminhando, importa é não parar nem voltar para trás

policarpo matos disse...

os motoqueiros das entregas(principalmente os do ´dep de cerveja)são terrivéis!!!

Anônimo disse...

E os carros de Roberto da Bebida? Os motoristas sao completamente fora de si. Um verdadeiro perigo e o incrível é que passam em frente a delegacia toda hora.

Anônimo disse...

Pensando bem, lendo os comentários acima percebe-se que os VENDEDORES DE CERVEJA são os piores elementos do transporte na cidade. Será que eles sabem? E que tal boicotá-los? O boicote é uma forma eficiente de mostrar aos antisociais que não vale a pena viver agredindo os vizinhos. Qual será a relação que existe entre os entregadores de alcool e a violência no transito e a falta de respeito? Será que só maus elementos tornam-se distribuidores de cerveja? Vale a pena pensar melhor sobre este assunto...

barbara disse...

O problema hoje em dia é a falta de ordem e a falta de autoridade. Nao só aqui em Pipa como no pais inteiro.
Tem leis abrangentes para tudo mas ninguem quer aplicar-las. Nem os politicos nem a policia.O bandido e o irregular e o invasor e o sonegador e o traficante e o perdubador tem vez. O cidadao comun que se dane....e se a gente reclama passa por chato e inconveniente.Nao tem para onde correr.
Eu sei que o paraiso nao existe mas Nilsinho e Cia. bem poderia fazer algo para aliviar.
Sao tao pequenas a coisas que a sociedade pede para a administracao
e nem essas coisas simples como limpeza e consertos e fiscalizacao eles querm fazer.Porque? Alguem pode me explicar? Qual é o problema?O que esta errado nessa
prefeitura? Pare quem podemos recorrer???????????

Anônimo disse...

vaga preenchida!

Na audiência pública para apresentação da lei orçamentária anual, realizada dia 02/12, o prefeito Edimilson Inácio apresentou extra-oficialmente aos presentes, a nova chefe da pasta do turismo, e confirmando algumas especulações o cargo será ocupado pela empresária Cristina,que é proprietária do Espaço Gastos de Rua. Esperamos que a mesma desenvolva um trabalho em parceria com o empresariado e a sociedade civil organizada para consolidação do nosso destino turístico.

Nino

Anônimo disse...

Correção: Espaço Gatos de Rua

Nino

Editor Chefe disse...

Eh eh eh...
"Gastos de Rua" também ficou legal; soa emblemático nessa Pipa globalizada e consumista!!

Mas vamos tentar não sair do tema nos comentários, por favor...
neste caso: velocidade perigosa de carros, motos etc. nas ruas da Pipa!

Cid disse...

Não sei se alguem sabe, mas segundo a lei de transito, é proibido trafego de tratores am via publica, apenas podem trafegar em vias urbanas.

Alguem diz isso aos entregadores de material de construção e "trenzinho" de turistas????

Anônimo disse...

dificill...
principalmente agora que macena ta se fazendo de aliado do prefeito.garoto esperto heim? enquanto eles não romperem( que quando macena vir que daquele mato não sai coelho, é o que vai acontecer)talvez, muito pouco provavel o prefeito tome uma posicao sobre esses trens, que tanto tumutuam as ruas de pipa.e falando em tumulto, a rua da farmacia de seu silva esta intrafegavel, lula dono da pipa, achou pouco obstruir as calcadas com seus quadriciclos e motos, resolveu tambem estacioná-los na rua, tornando quase que intrafegavel aquela rua, gerando muita confusão naquele trecho.e pior cadê o cepetran nessas horas? não sabo, não sabo. aqui manda quem pode e obedece quem tem juizo! não e mesmo senhor prefeito?