segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Falta de segurança e estrutura


Após a leitura da reportagem da Tribuna do Norte onLine, muitas pessoas estão escrevendo para nosso e-mail externando a própria opinião! Este post foi criado para publicar o parecer do cidadão.
Deixe sua valiosa opinião nos comentários abaixo.

16 comentários:

Barbara disse...

Tenho 20 anos de Pipa e se eu digo que não mudou nada em este tempo não é exagero.
Quantos domingos de pancaderias tivemos já? Alguem lembra?
Nos tempos sem posto policial, sem delegacia, sem telefone, era mais frequente, sim, verdade, não havia ninguem pra impedir ou apartar, a briga terminava como començava.Um pouco mais , um pouco menos sangue....não tinha ambulancia pra ameaçar quebrar!
Só que hoje com uma praia cheia de visitantes de todos os cantos do mundo, na vista e ouvido de todos ai presentes isso não poderia ter acontecido. O terror se espalhou e a coisa foi assustadora mesma.( não quero dizer que panacadaria tem desculpa tendo turistas ou não)
Liguei para a policia e escutei que não havia viatura e que o policial presente estava sozinho e não poderia se deslocar! Bom, as vezes penso que seria melhor voltar ao tempos antigos e mandar estes caras e seus comandantes para longe. Com eles , sem eles qual a diferença?
Será que temos que aplaudir na quinta feira? Eu acho que tem que comprar colirios para os olhos da Exelentissima.

Joca do Rabo Preso disse...

O ocorrido de ontem foi grave, mas muito mais grave é a falta de segurança que diariamente não deixa mais ninguém dormir tranquilo. Residências e comércios são atacados todos os dias... casa de barão e de
pobre, muito democraticamente.
Os traficantes andam tranquilamente na cidade, fechando seus negócios no meio da rua. Se devemos ser tolerantes, podemos até fechar um olho quando alguém fuma um "baseadinho" na frente da gente na praia. Mas não podemos tolerar que o crack seja vendido na praça... unica praça da Pipa, onde as novas gerações, inclusive crianças, vivem a contato com viciados e traficantes, constantemente em perigo.
Já Pipa aparece mais nos jornais por suas mazelas que pelos seus encantos...
Que vamos fazer?
Vender tudo e fugir daqui???

Henrique disse...

O crack é um probelma social grave e deve ser encarado como responsável por grande parte dos problemas que afligem todo litoral sul do RN, no entanto, ele é também reflexo de toda uma falta de estrutura social.

O poder público é responsável principal pelo quadro que se vê hoje, mas a reversão (se é que esta é possível) depende da interferência de toda a sociedade.

Ou colocamos a "mào na massa" ou mais "pedreiros" virarão "mestres-de-obras" e, como o perdão do trocadilho infame, essa "pedra" já foi cantada faz tempo.

Anônimo disse...

AGORA OS REPÓRTERES DA TRIBUNA DO NORTE VÃO VOLTAR PRA PIPA SÓ SE FOR COM COLETE A PROVA DE BALA E SEGURANÇA ARMADA!!!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Sugiro uma manifestação durante a visita da senhora governadora a feira literária. Que tal faixas???
Ou será que os empresários que estão tão preocupados tem medo de afuguentar os tuirstas !!! Vamos por a mão na massa, não é??

Anônimo disse...

Vamos fugir, baby...
pra outro lugar, baby...

Tó cansado de esperar...

kkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Está sendo organizado um abaixo-assinado que circulará já amanhã na cidade para coletar o maior numero de assinaturas até a quinta feira, quando a governadora estará aqui. Mais tarde mais informações...

Anônimo disse...

É extremamente lamentável o tratamento recebido pelos dois jornalistas que vieram fazer uma reportagem sobre Pipa e foram brutalmente agredidos pelo bando de exaltados que assustou todo mundo na praia. A cidade inteira deveria sentir vergonha pelo acontecido e pedir desculpa aos dois profissionais da informação que passaram um aperto tão grande ontem à tarde.

Anônimo disse...

Tem certeza que Wilma virá?

Se vier então que venha como todo turista... sem aquele aparato policial... afinal turista também não traz... e o RN precisa mais do turista do que o turista precisa de Wilma, mas de segurança sim, disso precisa

Fica o desafio

Anônimo disse...

Amigo das 02:39
Se esta correndo um abaixo assinado diga onde... pois todos nós gostariamos de dá nossa contribuição assinando-o.

Anônimo disse...

O texto do abaixo assinado acabou de ser redigido e hoje à noite terá uma ou mais mesas na rua para a coleta das assinaturas.
Em breve vamos publicar o link para baixar o doc, imprimi-lo e colaborar à coleta das assinaturas.

Anônimo disse...

OK, aqui está o link para fazer o download do .doc que os interessados podem imprimir para colaborar a coleta do maior numero de assinaturas.
Mais tarde a carta aberta às autoridades será publicada na web e imprimida e posta nos mercadinhos, na praça etc.

http://www.4shared.com/file/134624153/7f197f41/abaixo-assinado_seguranca.html

Anônimo disse...

Amigo essas mesas serão na rua principal... onde especificamente?

Anônimo disse...

Boa noite, hoje é já possível assinar no Bookshop e na loja RasgaSurf...

Estamos organizando para amanhã uns outros pontos e haverá também voluntários andando nas ruas coletando as firmas de casa em casa. Logo que souber vou postar aqui lugares e nomes das pessoas.

Todos os que puderem, imprimam uma cópia do modelo publicado na web, juntem as assinaturas e entreguem nos pontos ou para os voluntários.
Desde já obrigada pela colaboração.

Anônimo disse...

Alguém pode me explicar porque ninguém fala que esta barbárie contra o reporter da Tribuna foi cometida por membros da família do Genival? E que estes já fizeram muitas outras coisas parecidas em outras épocas? Será que só depois de algum assassinato estes futuros assassinos serão presos? Foi aberto um inquérito? Quem terá coragem de testemunhar contra uma família de brutos históricos que só resolvem as coisas na porrada? E quem há de me criticar por escrever anonimamente numa situação destas? Podre Pipa, Pobre Pipa!

NEP disse...

Abaixo-assinado pela segurança pública
Onde assinar:

Book Shop Pipa
Loja Rasga Surf
Redação Jornal da Pipa
Sede Amapipa
Banca de revistas e jornais
Padaria Casa de Farinha