domingo, 13 de setembro de 2009

Mais barracas na praia do Amor


Barracas abusivas na praia do Amor
Domingo, 13 de setembro de 2009

11 comentários:

Anônimo disse...

pra cidade que não tem Lei ...... normal !!!!! fazer o que? .....ninguem fala nadaa ...

Anônimo disse...

agora isso se os moradores nao toma as providencias quem è q vai tomar??? pois isso fica para os moradores principalmente os mais velhos agora isso e uma falta de respeito com a natureza e com todos daqui tbm pq os de fora querem mandar mais do que quem ja mora aqui faz anos

Anônimo disse...

pó nossa praia estar ficando sem privacidade. e digo mais uma vez cade o prefeito!!!!

Anônimo disse...

Quando será que vão fazer alguma coisa pra intervir contra essa onda de barracas que invadem nossas praias????Não é só a praia do amor....todas estão invadidas e não se faz NADA!!!!Acho que já está mais do que na hora da prefeitura tomar as rédeas da situação!FAÇAM O QUE TEM DE FAZER!depois será TARDE.

Anônimo disse...

A primeira barraca da Praia do Amor começou a ser construida em 1988 por um local chamado Ze Cardoso, que depois vendeu para o jULIO.Deveriam ter deixado ele trabalhar.

Anônimo disse...

Em referencia ao post acima.
Pois é assim que fazem os "nativos" com tendencias à bandidagem. Montam uma barraca na praia inventando a desculpa de que "são da terra e precisam trabalhar". Por serem nativos, as autoridades pensando nos votos das famílias do cara permitem ou fazem vista grossa. Mmas o que estes nativos empresários de invasão de praias querem mesmo é esperar um gringo escroto e sem nenhum vínculo com Pipa, aparecer para logo poder vender sua barraca para ele. É assim no Brasil todo. Quase todas as barracas foram um dia de nativos que depois venderam para gente de fora (leiam o post acima).
Fica claro que a culpa daquele horror que é O BARRACO do júlio na Praia dos Afogados é deste Ze Cardoso ai do post acima. Vendeu e sumiu com a grana deixando o cancer criado por ele crescer na praia nas mãos do psicopata gaúcho que se diz dono de toda a praia do amor.
Assim, a culpa original desta ocupação ilegal e imoral das praias tem muito a ver com os nativos, que depois ficam reclamando que "gente de fora" esta controlando a politica e o comércio. São um bando de abestalhados, que vendem a alma e as terras para os de fora e depois que a grana acaba cospem no prato em que comeram. Vão estudar ética seus boçais descerebrados!
E mais, nativo mesmo só os índios que foram mortos quando os brancos invadiram. Não tem mais nenhum nativo em Pipa, só invasores de diferentes épocas.

Anônimo disse...

Pipa ja nao é a mesma coisa q a 6 anos atras por exemplo.A má divulgaçao ja ta chegando ate aqui na Espanha...

Anônimo disse...

Os caras tá descolando o deles,agora ninguem poe fotos dos traficantes de pedra de pipa,que é o que esta destruindo a praia não é só o consumo mas o que isso acarreta como os furtos que os usuarios fazem pra conseguir o dinheiro do crack...

Anônimo disse...

que isso cara, que barbaridade!!! e o pior que nao é os nativos, sao todos de fora que faz isso, falta de amor a cidade, so vem para esplorar e destruir

Carlos disse...

Alô galera da minha Pipa querida, há doze anos atrás morei seis mêses por aí oriundo do Rio de janeiro, entre esse povo maravilhoso e como eu muitos turistas de passagem. Encantado fiquei há época, com tanta beleza desta linda praia e com tudo que nela rolava... era só festa. Cheguei até a fazer uma música em homenagem a Praia da Pipa, postarei ela para que vcs da produção do site se quiserem a coloquem no ar ok! Júlio da 'Praia do Amor'sempre foi um bom amigo, espero que esteja bem. Desejo tudo de melhor para essa praia linda e maravilhosa e que ás pessoas nela saibam viver.

BF PHOTO FINEART disse...

É realmente triste perceber a população nativa de PIPA entregando seu maior patrimônio aos que tem mais poder financeiro e nenhum interesse comunitário. A falta de consciência e o vislumbre momentâneo de que "pouco" seja "muito" leva ao engôdo praticado por oportunistas. Conversei com um Sr. que ainda detém alguma posse, casa e terrêno, e notei que apesar de pobre faz parte de uma elite consciente dos problemas que aflige Pipa neste sentido da "entrega". Mas mesmo ele, pelo que pude perceber, vacilaria dependendo da quantia que lhe fosse oferecida. Uma pena!!! O conto da galinha dos ovos de ouro ainda dará muitos "ovos" nesta nossa terra tupiniquim.
http://bfphoto-fineart.blogspot.com/